Como Controlar a Fome Emocional

Sabe o que é fome emocional?

O stress e a ansiedade podem traduzir-se numa vontade repentina e descontrolada de comer certos alimentos, especialmente aqueles com mais calorias e maior teor de açúcar e gordura.

Nestes casos, a comida é utilizada como um refúgio para se acalmar, obter conforto ou até para descarregar raiva e frustração. Este comportamento é chamado de fome emocional.

Fome emocional: que é?

A fome fisiológica distingue-se da fome emocional no sentido em que a primeira ocorre gradualmente, é satisfeita com qualquer tipo de alimento e acaba quando se sente saciado. O mesmo não acontece com a fome emocional.

É importante que a fome emocional não se transforme num comportamento alimentar constante e disfuncional. Esta ingestão alimentar compulsiva pode, por exemplo, estar associada a problemas como depressão, ansiedade, baixa auto-estima, entre outros.

Perceber qual o fator desencadeador

É importante perceber o que provoca e intensifica estes episódios de forma a conseguir prever estes momentos e mais facilmente encontrar uma solução.

Antecipe-se

Pense em atividades que lhe tragam prazer e que o consigam distrair quando se aproximar um momento de fome emocional. Que tal ler um livro cativante, ir passear a um sítio que goste ou dançar ao som da sua música preferida? Encontre a melhor atividade para si e ponha-se à prova!

Utilize as redes sociais

Ajuda sempre ter com quem falar ou desabafar nos momentos em que se sente mais vulnerável. Para além de partilhar com as pessoas mais próximas que precisa de se distrair, pode também contar com as redes sociais para se inspirar com comportamentos e pensamentos positivos.

Cuide do seu bem-estar físico e mental

Pratique atividade física regularmente, de forma a obter  benefícios físicos e psicológicos. Para se sentir sempre com boa disposição e de modo a gerir melhor o stress, experimente também exercícios como meditação e mindfulness.

Escolha ser saudável

Tenha sempre consigo alimentos saudáveis para quando lhe surge um episódio de apetite voraz. Boas opções de snacks são, por exemplo, gelatina light, iogurte ou referências da linha de alimentação Dieta EasySlim. Desta forma, consegue garantir que os alimentos que ingere não serão prejudiciais.

Se a fome emocional é uma questão recorrente, não hesite em procurar os conselhos de um nutricionista e de um psicólogo para o ajudarem a gerir os estímulos emocionais.

*Os resultados variam de pessoa para pessoa e dependem da adesão ao programa.

**Custo de Chamada Local - Dias úteis das 9H00 às 13H00 e das 14H00 às 18H00