Retenção de Líquidos: o que é e como a combater

Aumentou 2kg no último mês sem razão aparente? Esta situação é comum sobretudo em mulheres que, sem saber, fazem retenção de líquidos.

O que é retenção de líquidos?

Cerca de 60% do nosso corpo é composto por água e o nosso organismo está preparado para saber manter o equilíbrio dessa água.

Quando existem desequilíbrios no nosso organismo , uma das formas que ele tem de compensar é acumulando água em certas zonas do corpo. Os líquidos saem dos vasos sanguíneos e acumulam-se no tecido subcutâneo, provocando inchaço, sensação de pernas pesadas, desconforto e, consequentemente, um aumento de peso que pode chegar até 2 kg.

Este fenómeno é mais comum nas mulheres e normalmente intensifica-se com a idade e nos períodos pré-menstruais.

Como saber se faz retenção de líquidos?

Identificar os sintomas é o primeiro passo para perceber as mudanças que surgem no seu corpo.

Geralmente, a maioria das mulheres consegue perceber os sinais da retenção de líquidos em zonas mais suscetíveis como as pernas. Se comprimir de forma contínua a zona onde sente que faz retenção e, quando soltar o dedo, ficar marcado, doer ou a pele demorar algum tempo a voltar ao normal, é porque está a reter líquidos nessa zona.

Contudo, existem outros sintomas associados à retenção de líquidos:

  • Sensação de pernas pesadas
  • Pernas e mãos visivelmente inchadas
  • Distensão abdominal
  • Cãibras
  • Mal-estar

O que pode causar a retenção de líquidos?

Existem várias causas para a retenção de líquidos, que vão desde hábitos alimentares e estilos de vida menos saudáveis a outros problemas de saúde. Alguns exemplos destas causas são:

  • Doenças renais
  • Hipotiroidismo
  • Má circulação sanguínea
  • Toma de alguns medicamentos
  • Flutuações hormonais, como acontece no período pré-menstrual e gravidez
  • Excesso de peso
  • Alimentação rica em gorduras e açúcares
  • Consumo excessivo de sal
  • Hidratação desadequada
  • Carência de nutrientes como vitaminas e minerais (como magnésio e potássio)
  • Sedentarismo
  • Ficar muitas horas na mesma posição
  • Temperaturas elevadas
  • Pressão atmosférica (como andar de avião)

Como minimizar os efeitos da retenção de líquidos?

Manter uma boa hidratação é a fórmula mágica. Isto até pode parecer um paradoxo, mas a verdade é que ao ingerir mais líquidos vai ajudar o organismo a eliminar eficazmente as toxinas acumuladas, libertando-se assim da retenção.

Tem aqui mais algumas dicas de como evitar a retenção de líquidos:

  • Reduza a adição de sal aos alimentos, substituindo-o por ervas aromáticas e especiarias com ação diurética como salsa, funcho, estragão ou açafrão-da-índia.
  • Reduza o consumo de alimentos ricos em sal, como os produtos de charcutaria, queijo, refeições pré-cozinhadas e fast-food.
  • Evite a ingestão de bebidas alcoólicas.
  • Ingira mais alimentos ricos em magnésio, como cereais integrais e frutos gordos (avelãs, nozes, amêndoas), e em potássio, como leguminosas (grão, feijão) e hortofrutícolas.
  • Use um dos drenantes da Dieta EasySlim®, uma vez que toda a gama contém na sua composição taráxaco, também conhecido como dente-de-leão. Esta planta tem propriedades diuréticas eficazes e ajudam assim a combater a retenção de líquidos. Aconselhe-se com um nutricionista Dieta EasySlim®.
  • Pratique exercício físico regularmente.

*Os resultados variam de pessoa para pessoa e dependem da adesão ao programa.

**Custo de Chamada Local - Dias úteis das 9H00 às 13H00 e das 14H00 às 18H00